memyselfandDemi's avatar

memyselfandDemi

6 Watchers
1.4K
Page Views
9 Deviations
memyselfandDemi's avatar
Joe POV:

Eu estava mais nervoso que o normal, não por um motivo ruim, na verdade um motivo bom demais para ser verdade: Estava indo para o meu primeiro evento com Demi desde que reatamos o namoro. Eu me olhava pela quinta vez no espelho desde que chegamos aqui, isso não seria só um evento simples, seria o evento em que finalmente revelaríamos que estávamos juntos novamente, até então, ninguém sabe de nada. 

"Meu amor, deixe de tanto desespero, estou com você." Demi disse atrás de mim, colocando o queixo sobre meu ombro e segurando minha mão. "Vem, é nossa hora." Respirei fundo e saí atrás dela. Os gritos tomaram meus ouvidos enquanto íamos nos posicionar para tirarmos fotos. Ao chegarmos no lugar marcado, Demi ficou ao meu lado e eu abracei, ou devo dizer, agarrei sua cintura. Ela abraçou-me de lado e nós sorrimos onde nos pediam. 

Levei meu olhar até Demi, a garota que me acalmava, que eu amo e nunca deixei de amar. Era como se meu amor por ela não quisesse sair de meu coração, e eu também não deixava. Seus olhos encontraram-se com o meu, ela sorriu largo e pude notar o quão feliz ela estava, mas ainda assim, não chegava nem perto de minha felicidade de estar ao seu lado. Levei meus lábios aos seus em um selinho que foi interrompido por um chamado de nossos agentes, nos separamos e andamos de mãos dadas até a próxima indicação para fotos. Mas fomos rapidamente avisados sobre irmos dar entrevistas, então seguimos para os entrevistadores que ficavam próximo aos fotógrafos e aos fãs. Demi foi para um lado e eu para outro, mas ainda sim ficava do lado dela. 

"E ai, Joe Jonas!" Cumprimentou ele. "Muito bem te ver aqui."

"E ai, cara." Nós fizemos um toque normal de quando não conhecemos as pessoas. "Pois é..."

"Você veio com uma ótima companhia hoje, não?" Perguntou sorrindo de forma estranha. 

"É, uma ótima companhia." Sorri e olhei para Demi que dava entrevista ao meu lado. 

"Está um pouco frio aqui, não acha?" Perguntou ela para a entrevistadora, mexendo nos braços. Tirei meu casaco enquanto o entrevistador e o câmera observavam tudo, coloquei-o sobre Demi e ela sorriu.

"Melhor agora?" Perguntei sorrindo. Ela assentiu também com um sorriso no rosto. Dei-a um selinho e voltei à minha entrevista. 

"Então, vocês estão mesmo namorando como dizem os rumores?" Perguntou o entrevistador, colocando o microfone na minha frente. 

"Sim. É... Sabe como é... Deus sabe o que faz." Sorri.
0 Comments
Join the community to add your comment. Already a deviant? Log In
memyselfandDemi's avatar
Demi's pov
Ian ficou misterioso durante todo o dia, mas agora, mandou-me colocar uma venda preta, dizendo-me que iria me levar à um lugar especial e, bem, aqui estou eu. Percebi que ele dirigia já à mais de uma hora, provavelmente já havíamos saído de Los Angeles, pois não havia parado em congestionamento ou coisa do tipo, ele só dirigia.
"Olá, Max!" Ian exclamou e não ouvi mais nada, só de dobraduras com falta de óleo. "Pode arrumar isso para mim depois? Esse barullho é irritante." Continuou.
"Amor, pode parar com esse drama? Estou curiosa para saber o que é." Pedi manhosa, escutando sua risada e percebi que o carro havia sido parado."Posso tirar a venda agora?"
"Não" Ele disse, ouvi a porta de seu lado bater, logo em seguida a minha ser aberta e as mãos de Ian tocarem a minha, ajudando-me a descer do carro. "Qual foi seu pedido de aniversário de namoro, amor? Se lembra?" Perguntou-me e eu assenti, hoje era nosso aniversário, quatro anos juntos e, provavelmente ele faria o que comentei com ele.
"Um lugar só para nós, longe da máquina de Los Angeles, ar livre..." Repeti oque havia comentado com ele. "Mas o que isso tem haver?" Senti ele me virar de costas e suas mãos envolverem minha cintura.
"Pois bem..." Ele disse mostrando-se um pouco ansioso e feliz, "tire a venda" falou, assim eu fiz, já não estava aguentando ficar com um pano preto tampando meus olhos. Ao tirar tive a bela visão, um enorme jardim com um parquinho bem no canto, próximo às árvores, flores e folhas coloridas indicando que estávamos na primavera, e bem no meio havia uma grande fonte com uma escultura de um anjo com um jarro, jarro qual descia a água que parecia encher a fonte, virei-me para Ian e atrás de nós estava uma bela casa, grande e aparentemente muito confortável. Muitas janelas e porta grande. Ian pegou minha mão e levou-me até atrás da casa, vi uma bela piscina feita de pedras, assim como o chão e os detalhes da parte de trás da casa. Sem falar muita coisa, Ian levou-me até um pouco abaixo da piscina, abriu grandes portas e mandou-me passar, vi então meus cavalos, Evan, Thomma e Clark e também os cavalos de Ian.
"Amor, isso é perfe–"</span>
"Calma, ainda tem mais." Falou ele, saímos do local e fomos para dentro da casa, meus cachorrinhos, Bella, Oliver e Max, vieram correndo junto com os cachorros de Ian, Damn, Paul e Lisa, Liam apresentou-me a casa toda, descemos novamente para a sala e Ian jogou-se no sofá, chamando-me para sentar eu seu colo assim eu fiz, ele sorriu feliz olhando em minha direção. "Feliz aniversário de quatro anos, amor." Entregou-me um molho de chaves.
"É nosso? Vamos mudar para cá?" Perguntei exibindo toda a felicidade em meus olhos. Ele assentiu pensando um pouco.
"Talvez possamos fazer nosso casamento aqui, também" Ele mordeu o lábio.
"Você ainda não me pediu em casamento." Cruzei os braços, olhando-o, que ergueu a sobrancelha e tirou do bolso uma caixinha.
"Então... Você quer casar comigo?"

0 Comments
Join the community to add your comment. Already a deviant? Log In
memyselfandDemi's avatar
Demi's POV
"Demi, vem cá, por favor!" A voz de Damon soou no quarto, coloquei meu notebook no colo, notebook qual eu via fotos de quando eu e Damon começamos a namorar e hoje fazemos três anos de namorado, e eu aposto milhões que ele não deve nem se lembrar que é hoje. Abri a porta do quarto, encontrando-o sem luz, acendi a luz, surpreendendo-me com o que vi.
Fotos nossas estavam espalhadas por todo o quarto, em cima da cama tinha um buquê de rosas, duas caixas em um formato de coração e uma caixinha pequena azul, Damon estava usando a roupas no estilo que gosta, blusa preta, calças jeans na mesma cor e estava descalço com duas taças na mão, despejando vinho nas mesmas.
"Feliz aniversário para nós, DemDem." Senti meus olhos brilharem. "Aposto milhões que pensou que havia esquecido, não é?" Estendeu a taça para mim, peguei-a e antes que pudesse levar o líquido à minha boca, Damon deu-me um longo selinho. 
"Talvez tenha meus motivos para achar que você tivesse esquecido, não acha, Salvatore?!" Olhei-o por alguns segundos e logo busquei outras direções. 
"Talvez... Mas já pensou que todas as outras vezes que esqueci não passaram-se de uma preparação para o nosso aniversário perfeito?" Sim, Damon sempre tinha uma carta na manga para sair bem em tudo, já havia me acostumado com isso. 
"Boa jogada... Mas... Já que está falando, o que faz desse aniversário mais especial que os outros?" Perguntei tomando um gole do vinho em minha taça. 
Ele deu um sorriso torto, "fico feliz que tenha perguntado"; voltou ao lugar onde estava quando entrei em nosso quarto, pegou uma caixinha e colocou em seu bolso. 
"Esse aniversário é mais importante que os outros porque eu tive certeza de uma coisa" dizia ele sem tirar o lindo sorriso torto dos lábios; "Eu tive certeza que você é a garota, a mulher certa" ergui uma das sobrancelhas. 
"Quer dizer que nos últimos dois anos eu não era?" Cruzei os braços erguendo as sobrancelhas. Ele suspirou fundo. 
"Talvez se você me deixasse falar..." Então eu fiz sinal para que ele continuasse "Como dizia, tive certeza de que era a mulher certa é a certa porque te amei por três anos com você me amando de volta, mudou-se de cidade por mim e sempre cuida de mim quando estou bêbado, isso por esses três anos e eu tive toda a certeza do mundo, todas as vezes que eu te via brincando com nosso sobrinho e cuidando de mim sempre que estava mal, também nos momentos de brincadeiras bobas no sofá ou na cama assistindo filme, fazendo outras coisas" sorriu malicioso e rapidamente trocou por um sorriso normal, "de que você, Demetria Devonne Lovato, é a garota que eu mais amo nesse mundo e que quero amar durante mais cem anos e quero você comigo quando estivermos bem velhinhos, só pra poder escutar um: "eu te amo, meu velho", vindo de você" Meus olhos brilharam mais, só falta cuspir glitter dele. Damon ajoelhou-se à minha frente, tirou a caixinha e abriu ela sem deixar que eu visse. "Opsss... Calma ai" Trocou a caixinha pela que estava na cama, "Demetria Devonne Lovato, você aceita se casar comigo?" Mostrou-me a caixinha com um anel linda, meus olhos marejaram e uma lágrima caiu, mas sem tirar meu sorriso do rosto. 
"Aceito." Ajoelhei-me em sua frente e ele sorriu largo, puxando-me para um beijo, "Eu te amo tanto, seu bêbado" falei assim que nos separamos. 
"Pois saiba que te amo mais, minha rainha." Continuou ele, roubando-me mais um beijo.
 
0 Comments
Join the community to add your comment. Already a deviant? Log In
Featured

Demi/Joe drabble - Teen Choice Awards. by memyselfandDemi, journal

Ian/Demi - New life. by memyselfandDemi, journal

Demi/Damon One-Shot - A thousand years. by memyselfandDemi, journal