literature

Nefilim

Deviation Actions

BrunoKopte's avatar
By
Published:
0 Comments
99 Views

Literature Text

Caso alguém deseje saber, o que se pode descobrir sobre a origem dos Nefilim é isto: Antes de quase tudo, rebelião e conflito geraram perdas e desastres. Nenhuma vitória, pois a guerra continua. Muitos dos horrores gerados foram criaturas concebidas de formas caóticas e corrompidas. Um acidente criou um lugar onde trancafiá-las, uma prisão para todo aquele excesso de carne errada. Uma vez postas lá, foram esquecidas por motivos mais imediatos, imensos e perigosos. Este lugar não possuía terra, ar, fogo, nem água, apenas criaturas e seus carcereiros.

 Fome era inevitável, e a única coisa em comum entre tudo ali. Em um momento errado em muitos sentidos, criaturas específicas eliminaram as barreiras entre reprodução e canibalismo, devorando-se umas às outras e defecando filhotes mais fortes. Nessa geração, vontade de viver e de comer se igualaram e se uniram, exponenciando a fome deles além dos demais prisioneiros. Trinta gerações depois, a competição havia sido eliminada, parcialmente sem querer. Ainda assim, estavam presos e fadados à extinção, mas a história da Criação é feita de planos que falharam. Quando Gênesis destrancou a porta pelo lado de fora, ele libertou algo que não sabia distinguir entre fome e voracidade.
-Braços por Segredos: conversas com as irmãs Yaga, por autoria de Valéria Afanasyev 

Uma conglomeração de criaturas e entidades diversas com as seguintes características em comum:  
  • Originários do “Abismo”, a dimensão dominada pelos Nefilim. Originalmente a maior das zonas efêmeras, agora é um reino maldito com vontade própria e o mais próximo que Nefilim tem de um símbolo valorizado por todos.
  • Parasitismo. Nefilims requerem força vital (prana) para se reproduzir, o elemento do qual almas de mortais e a essência de deuses são feitas. Cada tipo de nefilim infecta o hospedeiro de uma maneira diferente: fluidos, processos digestivos e dentes larvais são apenas algumas das formas. O que ocorre a seguir depende da força espiritual do hospedeiro, se a sua alma é adequada para gerar um novo nefilim. Por exemplo, um hospedeiro fraco pode formar teratomas roxos com consistência de um ovo mal-cozido, que crescem até a vítima morrer por falta de sangue. Já um hospedeiro forte pode aguentar por duas semanas enquanto a sua carne se calcifica até parecer um casulo feito de osso com um nefilim no interior.
  • Grande variação física. Suspeita-se que nefilim fossem originalmente uma única espécie, mas que rapidamente passou por muitas mudanças devido às capacidades inatas de manipulação de tecidos animais. Além disto, é comum haverem mutações de geração para geração. Alguns nefilims são capazes de instantaneamente manipular e deformar a carne de seus inimigos.
  • Máscaras. Apesar do traço acima, nefilims não tem um rosto propriamente dito, um reflexo da sua incapacidade de se relacionar com mortais. Ao invés disso, apresentam alguma forma de máscara ou carranca em algum lugar do corpo.
  • Um sentimento que mescla “fome” e “gula”: sempre precisam comer, mas sempre comem mais do que precisam.  
  • Omnifagia: nefilims consumem qualquer entidade possuindo traços de energia vital, sejam fauna, mortais, fantasmas ou deuses. Além disto, alguns são capazes de consumir os próprios elementos que permitem a vida, criando regiões acinzentadas onde o ar não é respirável e não há água.
  • Incapacidade de se relacionar com mortais, representada pelas máscaras que todo Nefilim possui ao invés de rostos. Contudo, certas entidades nefilim são capazes de transformar mortais em '‘avatares’' ou '‘embaixadores’'. Os exemplos mais conhecidos são: as Irmãs Yaga, servas das casas bípedes que as acompanham; Ellequin, avatar da Decarabia que permaneceu em Ghara após o fim da Invasão Nefilim; e o Homem do Saco.
  • Inconsistência. Nefilim dificilmente conseguem cooperar entre si, ou planejar algo. Competem uns com os outros constantemente. Esta é a sua maior fraqueza. Se a Invasão Nefilim tivesse sido de fato organizada de forma competente, talvez Ghara não tivesse sobrevivido.

Para aprender o que relato neste livro, eu tive que conversar com criaturas tão ruins que eu teria pena da cobra venenosa que as mordesse. Este livro é para transmitir tudo o que sei sobre os nefilims, para que ninguém nunca mais tenha de passar pelo que passei quando eles vieram. E acho apropriado começar pelos seres com que fui obrigada a conviver.
-Braços por Segredos: conversas com as irmãs Yaga, por autoria de Valéria Afanasyev

Baba Yaga


Zarabatana

Como identificar um nefilim. Não demore muito para conseguir fugir depois.

Parte do cenário Atma: guia.
Comments0
Join the community to add your comment. Already a deviant? Log In