literature

Desloucal

Deviation Actions

BrunoKopte's avatar
By
Published:
0 Comments
330 Views

Literature Text

FunDraw-dot-com-Humpty-Dumpty-1 by BrunoKopte                                                                                                                 FunDraw-dot-com-Humpty-Dumpty-2 by BrunoKopte

    Qualquer mapa que localize Desloucal geralmente será inútil para localizar-se. Alguns são precisos a ponto de se deslocarem por conta própria e desorientar perseguidores, ou pior, levá-los a Desloucal. Só haverá certeza que se chegou quando ver a seguinte placa:

Em duas horas, você estará em Desloucal, onde a loucura ganha vida. O caminho estará escuro, mas não perca as esperanças, ou a Sombra aparece.

População:

3.187 atores

3.189 espectadores

15.329 traumas

Desejos demais

12.835 amores

37.010 sonhos

Cuidado com o Maruxo, ele morde.


    Uma cidade itinerante, palco de sons visíveis e cores audíveis, missas tensas e incêndios festivos, guerras alegres e festivais dolorosos. Quem olha tenta entender, aproxima-se por curiosidade, e mais um é fisgado para o espetáculo.


Andaimes tornam-se trapézios

Bairros fantasiados

Tavernas com jaulas

Castelos translúcidos

Princesas canibalizam

Leoas pintadas com letreiros

Sacadas viram palcos

Celeiros feitos com lonas

Vizinhos fingem

Praças de picadeiros

Iluminados por desejos

Cercados de pesadelos



    Um ambiente circense onde as leis são formuladas por nossas imaginações, desejos, medos e culpas. Principalmente as culpas. Aqui ou se entende a própria loucura ou é desentendido por ela, seja qual for a diferença entre ambos. Onde Desloucal estiver, a sanidade evapora e a insanidade fermenta, destilando-se na mais pura loucura. Um lugar onde as pessoas acreditam nos deuses, mas os deuses não acreditam nas pessoas.

    Deve-se atentar às diferenças entre o que você deseja, idealiza, teme e detesta. Do contrário poderá passar por Desloucal e não perceber a diferença com qualquer outra cidade, pois para alguns toda cidade tem coisas a desejar, idealizar, temer e detestar. Desloucal é limitada apenas pelo passado e o futuro. Nenhum dos dois virá, querendo ou não.

    Cuidado com quem estiver besuntado com manteiga, casas inchando, pavimentos gelatinosos, assovios súbitos vindos de gaiolas vazias, pinguins pinguços e aquela coisa escura acompanhando os seus movimentos. O queijo cacófono provoca uma nova crença em cada mordida. E se a escada estiver na diagonal errada, pisque, você pode ter sorte ou estar sendo guiado. Busque o amigo do prefeito, ele adora rebeldia e estará do seu lado enquanto estiver são aqui dentro.

    Aqui há uma biblioteca vasta e completa em detalhes mundanos e assuntos extraordinários. Muito bem organizada alfabeticamente por analfabetos inquietos. Dizem que daqui pode-se alcançar todos os livros que existem, muitos dos que não existem, todos os que existiram uma vez, livros desejados mas nunca escritos, biografias daqueles que vieram aqui caso não viessem, finais felizes, finais infelizes, finais ambíguos, histórias sem fim e até algumas desmontáveis...

Bem-vindo a Desloucal, a capital da loucura do império do norte. Só não conte isso pro império.

Aviso d'Aquele ministério: As nuvens se mexem de forma convincente, apesar de serem pintadas no céu. Cuidado com a moldura, pois é os limites de seus olhos e de sua mente. Não faz bem olhar fora dela.

Guia do cenário Atma

© 2015 - 2022 BrunoKopte
Comments0
Join the community to add your comment. Already a deviant? Log In